Qual a primeira coisa que uma pessoa nota ao olhar para um smartphone ou tablet? Se você respondeu Tela, respondeu correto! Cada vez mais ela vem sendo maior, mais nítida e com tecnologia mais avançada. Lembro-me perfeitamente do lançamento do Samsung Galaxy Note iniciando a moda de phablets, que sua tela de 5.3” encantava e seu tamanho parrudo assustava qualquer pessoa, tirando raros casos, em que se tornou paixão forte, mantendo clientes fiéis até hoje.

Porém, hoje aparelhos como LG G2 e Samsung Galaxy S5 chegam bem próximos desse tamanho. Então seu smartphone virou um phablet e você nem notou, certo? Agradeça às novas tecnologias de telas e acabamento, que permitem cada vez mais celulares compactos e com aproveitamento de tela surpreendente. Isso que possibilita, por exemplo, o Samsung Galaxy Note 3 ser do mesmo tamanho do Note 2 (e até mais fino!) e ter 0.2” a mais na tela. Então, cada vez mais temos mais tela para olhar do que o próprio aparelho, reafirmando sua resposta lá em cima!

No artigo de hoje vamos nos ater às tecnologias mais utilizadas e mais recentes do mercado, Amoled e LCD IPS. Ambas bem diferentes uma da outra, mas com resultados finais que ficam igualmente bons e muito parelhos, dificultando cada vez mais a decisão de qual tecnologia adotar no próximo gadget. Vamos compará-las e mostrar quais os prós e contras de cada tecnologia, para quem sabe, iluminar suas idéias de qual é a melhor para você.

Mas nada de linguagens complicadas e termos difíceis, abordarei de uma forma simples e no que importa para podermos escolher. Não tratarei de resolução, pois para a maioria dos usuários, acima de resolução HD o usuário comum não vai notar diferença.

LCD IPS

O LCS IPS – ou apenas IPS como as marcas a chamam – nada mais é que uma tela de LCD comum, das que você conhece há muitos anos, só que melhorada. Tem melhores tempos de resposta, melhor ângulo de visão e melhor contraste de cor. A tela LCD (IPS ou não) não consegue gerar luz própria, necessitando de uma luz de fundo para iluminar seus pixels, que apenas fazem o esquema de cores. Por isso temos as famosas TV de LED, que nada mais são do que um LCD com iluminação feita com luzes LED, pois são menores e gastam menos energia, dando a possibilidade aos fabricantes fazerem produtos mais finos e mais econômicos.

Por conta dessa iluminação traseira, as telas LCD não conseguem gerar as cores tão fielmente, principalmente o preto, que se torna cinza escuro na maioria dos casos, apenas o branco é gerado com real clareza. Toda a sua área é iluminada, independente da cor, o que garante melhor visualização debaixo de luz forte, como o sol, porém, gasta mais energia. Experimente pegar um smartphone IPS num ambiente totalmente sem luz e acender sua tela. Caso você seja atento, verá que ele acende primeiro a luz do display e depois as cores. O mesmo ocorre ao desligar, só que inverso.

As grandes marcas que usam? LG, Apple, Nokia, HTC e Sony. São várias, pois é uma tecnologia mais barata que Amoled e que forma boas imagens, tanto que são usadas em algumas TV’s.

 

AMOLED

O Amoled sim, já é um tipo novo de tela. Ela foi desenvolvida para ser fina, ter ótimos ângulos de visão, saturação de cor ímpar, ter tempos de resposta e economia de energia bem acima dos LCD’s convencionais. A construção dela é um pouco diferente do IPS, cada pixel consegue gerar sua própria luz ao receber eletricidade, ou seja, cada um consegue funcionar individualmente. Por esse fator de emitir luz própria, ela não necessita de iluminação adicional como o IPS e economiza energia ligando apenas os pixels que realmente vão precisar ser utilizados para formar a imagem, além de ser mais fino, pois é menos uma camada para adicionar à sua construção.

Com isso chegamos a parte das cores, elas são lindas! O preto é realmente preto, afinal, o pixel esta desligado economizando energia, as demais, são vívidas! Porém, quando chegamos ao branco, chegamos também ao impasse, ele não é branco real (foto à direita). Dependendo da calibração da tela ele pode tender pro alaranjado, azulado, esverdeado, cinza. E só percebemos isso quando colocamos lado a lado com uma tela IPS. Os últimos lançamentos da Samsung vêm amenizando isso, mas não resolveu de fato.

Amoled é uma tecnologia que começou a ser utilizada pela Samsung, mas que algumas outras marcas também aderiram, como a Motorola e Nokia. O número menor de marcas é justificável, o Amoled é bem mais caro de se fabricar, tanto que TVs desse material são raridades.

Alguém pode citar aí: mas tem o Oled! Sim, tem, o Amoled se deriva dele e é melhor que ele. O Amoled esta para o Oled assim como o LCD IPS está para o LCD comum, ou seja, é a evolução natural.

CONCLUSÃO

IPS

Prós: melhor visualização sob sol, branco real, tecnologia mais barata.

Contras: maior gasto de energia, preto não tão fiel.

Amoled

Prós: cores vivas, economia de energia, preto real.

Contras: branco não tão fiel, tecnologia cara.

Todas as marcas clamam que uma é melhor que a outra, mas só você consumidor pode escolher a melhor. Experimente ambas as telas, afinal, o melhor juiz sempre será seus olhos.